O Futuro da Advocacia: os Advogados Mais Inovadores do Mundo

Inovar é mais que um simples diferencial, é necessidade. Cada vez mais, o futuro da advocacia se faz presente.

Vamos primeiro pensar juntos sobre o que significa inovar e depois ver histórias reais de alguns dos advogados mais inovadores do mundo.

A inovação pode ser vista como a aplicação de novas formas de pensamento e ação diante de necessidades de mercado.

E quais seriam as necessidades mais amplas do mercado jurídico hoje?

 

o futuro da advocacia os advogados mais inovadores do mundo-fernanda gaiotto-conteúdo estratégico-conteudoestrategicooficial-pessoas

A principal necessidade talvez seja entregar mais por menos.

Clientes exigem pagar menos por serviços de alta qualidade e entregues com máxima agilidade.

Esse fato pode ser comprovado por qualquer advogado atuante.

Há duas coisas que podem ser feitas para se entregar mais por menos. A primeira é automatizar. A segunda é delegar.

Automatizar significa utilizar a tecnologia e desenvolver sistemas para fazerem o que o ser humano antes fazia. Isso significa mais tempo livre para o humano desenvolver o pensamento crítico e seguir inovando.

Delegar significa garantir que alguém mais qualificado profissionalmente não faça o que alguém menos qualificado ou menos experiente pode fazer. Um advogado sênior não deve fazer o que um estagiário poderia fazer. Se isso acontece, contrate um estagiário. O tempo é fator chave, tempo é a vida que nos foi dada.

 

Para pensar em automatizar e delegar é necessário refletir sobre PESSOAS, PROCESSOS e TECNOLOGIA.

Pense nas PESSOAS e mapeie todas as interações entre elas. Não só funcionários ou advogados dentro do escritório, mas também entre clientes, parceiros, e todos os envolvidos. Como a tecnologia pode realmente ajudar? Quais novas formas de pensamento e ação podem ser utilizadas para economizar tempo e otimizar PROCESSOS?

Quais os PROCESSOS envolvidos na missão do escritório? Da prospecção do cliente à entrega do resultado? Há processos redundantes? Eles são mesmo necessários? Há outras abordagens possíveis? Quais as suposições envolvidas? Elas se confirmam?

 

o futuro da advocacia os advogados mais inovadores do mundo-fernanda gaiotto-conteúdo estratégico-conteudoestrategicooficial-digital

Quais tecnologias disponíveis poderiam ajudar em relacionamentos e processos?

Quais habilidades importantes para o mercado que você ou nenhum membro da sua equipe ainda não possui? É possível treinar ou contratar alguém com essas habilidades?

Sim. Inovar é fazer perguntas, constantemente. Colocar à prova, validar e invalidar antigas premissas.

Isso já está acontecendo, ao redor do mundo e de forma acelerada.

 

Vejamos histórias de alguns dos advogados mais inovadores do mundo.

 

Leia também o artigo “Marketing Digital para Advogados”.

 

Alastair Morrison, do escritório Pinsent Masons, do Reino Unido, respondeu a uma necessidade do mercado corporativo mundial. Ele criou uma divisão da empresa chamada VARIO, que disponibiliza advogados freelancers, os quais trabalham em projetos específicos dentro das empresas, oferecendo soluções jurídicas em tempo real.

O antigo paradigma de se cobrar por hora de consultoria já não cabe mais no bolso de empresas multinacionais e startups que precisam de atenção jurídica “full-time” para validar inovações. Agora, elas têm a VARIO, que já atua em diversos países.

 

Você já conhece nosso curso de Marketing Jurídico Digital?

o futuro da advocacia os advogados mais inovadores do mundo-fernanda gaiotto-conteúdo estratégico-conteudoestrategicooficial-advogado estategico

 

 

O advogado Nicholas Kirby, por exemplo, teve papel fundamental no desenvolvimento da YOTI, uma startup que mapeia a identidade digital do usuário e a armazena de forma segura, inclusive com reconhecimento facial. Ela foi criada, pois um consórcio de empresas queria tornar possível a transferência digital de propriedade residencial.

Eu já consigo enxergar um futuro em que petições simples, em diversas áreas do direito, poderão ser formuladas de forma automatizada, e a um valor acessível a mais pessoas.

Mas não é só no universo corporativo que os advogados podem inovar.

Voltando ao início do texto.

Há outras necessidades amplas no mercado jurídico, além de se fazer mais por menos.

 

Uma delas é reparar danos sistemáticos provocados pelo estado a indivíduos e grupos de indivíduos.

Na Irlanda, a premiada advogada Maeve O’Rourke trabalhou desde 2010 com o grupo JUSTIÇA PARA MADALENAS, que oferece suporte para mulheres que passaram por tortura em instituições do estado. Após muitas campanhas ao redor do mundo, o estado ofereceu desculpas e uma reparação no valor de 58 milhões.

Maeva continua apoiando mulheres que queiram testemunha e contar os seus casos.

Enxergamos que nem sempre basta fazer o be-a-bá do marketing. É necessário realmente fomentar uma cultura inovadora, e é essa nova abordagem que a gente vem construindo junto aos nossos clientes. O campo para o novo é vasto, fértil e sem limites, mas é preciso estar disposto a adotar novas formas de pensamento e ação.

Você pode ver a lista completa dos advogados mais inovadores do mundo neste artigo do Financial Times.

 

Vamos dialogar sobre o futuro da advocacia?

Compartilhar esta publicação

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Deixe seu comentário

Scroll Up

Um livro especial para
a galera do Direito

Marketing Jurídico e
Google ADS para Advogados